Colagens

young-girl-1149701_960_720
Banco de Imagens: Pixabay 

As apropriações futuras estão soltas no mundo. Elas nos formam como seres. Laços, conhecimentos e arte. A origem delas são diversas. Híbridas. Somos feitos de colagens, colagem na qual escolho de forma sensitiva de como ilustrar a vida. Colagem de outras colagens. Um ciclo de releituras.

Toda experiência, uma vez ou outra pode se perder a lógica das estruturas. Mas mesmo sem entender esse universo, temos significados, sinais e instintos, pistas que orientam. A clarividência pode ser momentânea, pois são raros os instantes que entendemos o todo e são raras as pessoas que valorizam o substancial. Sentir o coração livre não há nada que pague, como se ele tivesse fora do seu peito, mas permanecesse salvo e seguro. A mesma sensação de quando escutamos a música que relaxa nosso corpo e mente ou enxergamos nosso próprio sorriso quando algo parece inacreditável.

Desperto pela madrugada, deito-me no chão e vejo a noite clara. Nessa construção do ser de existir, de criar regras instantâneas sobre o amor, sobre viver, vou sobrevivendo. Pergunto me: O que me é intrínseco? O que de fato me pertence? e novamente perco-me em releituras. Algo precioso seria entender minuciosamente o que existe entre estes processos… como me formo na desconstrução.

separador

.

Anúncios

{2} Com o tempo você aprende…

view-834961_960_720

 

Aprende a ouvir a voz interior, se não consegue se entender…pare tudo. Você não precisa ter pressa, mais uma vez pare… respire…reflita… A paz de espírito pode te trazer a resposta. Seja sincero consigo, mas não deixe de jogar limpo com os outros. A verdade pode doer mas para alcançar felicidade você deve se livrar de todas as cargas negativas que amarguram o seu interior, pois para cada ação uma reação, que pode gerar impactos e desequilíbrios ao nosso redor.

Você aprende a quebrar padrões. Enxergar conexões e perder suas certezas. Aprende que o mundo não é tão mal assim, existem pessoas de um coração grande, que são solícitas e que realmente estão dispostas a te ajudar sem pedir nada em troca. Sob outro prisma, aprende que promessas não são contratos, e que não devemos exigir nenhum tipo de atenção, as coisas simplesmente devem fluir. Você começa a dar valor cada vez mais as ações e atitudes do que os dizeres.

Aceite também que são poucas e são raras as pessoas que podemos contar, bem como não podemos nunca tentar mudar o outro, apenas a nós.  Que não podemos botar a mão no fogo por ninguém, que crescer dói mais do que imaginamos. Você não precisa ter pressa, mais uma vez pare… respire…reflita esse é o caminho para criar mais maturidade e sensatez.

Reconheça e aceite seus erros, isso faz parte do nosso aprendizado, mas não se esqueça de seguir em frente de mover-se na procura do discernimento e equilíbrio, pois se refletires consegue perceber que a partir da sua vivência, podes transcender e ser alguém melhor sempre, isso mesmo… SEMPRE. Nada é para sempre, mas o engrandecer de sua alma é infinito. O lado bom disso é que os erros, os sofrimentos e dificuldades que podemos passar, podem te trazer mais lucidez e diminui as chances de errar adiante pois já terás enfrentado tais adversidades.

Saibamos que não nascemos prontos pra este mundo e suas infinitas surpresas. Mais uma vez olhe pra dentro si. Cuidar da gente é um eterno desafio. Os problemas internos as vezes são tão comuns quanto imaginamos. E por fim, aprende que não estamos preparados e nunca estaremos se não pararmos agora e refletirmos sobre nós mesmos.

{1} Com o tempo você descobre…

girl-926020_960_720

 

Com o tempo você descobre que não é tão único e especial pros outros, essa unicidade deve ser descoberto por você mesmo. Aprende a entender que você é o responsável pela sua vida, culpar os outros ou se afogar na lama não vai curar ou apagar os seus erros, em contrapartida muito das suas decepções e ilusões podem ser evitadas, basta começar a olhar agora pra si mesmo. Você aprende que precisa perseverar e ter paciência sendo necessário parar, respirar e pensar melhor antes de agir. Os pensamentos sem percebermos moldam nossas ações, e muitas vezes estamos enganados acreditando em coisas que estão apenas escondidos no nosso interior.

Descobre que são raríssimas as pessoas que realmente você pode contar. Você descobre que como os outros te vêem ou a maneira que decidem te enxergar tem relação íntima com os conceitos, intenções e valores deles, isso inclui te depreciar, te julgar erroneamente, é preciso entender, definitivamente, que você não vai conseguir modificar ou controlar totalmente isso, mas você descobre também que pode estar mais atento, assim como pode desenvolver a capacidade de mudar a direção, bem como de se esquivar de fingimentos e desilusões.

Com o tempo aprende que não precisa dar “murro em ponta de faca”, pois se existem desequilíbrios há algo de errado acontecendo. Guarde suas opiniões elas mudam constantemente. Tente não se prender em associações, no sentido psicológico da palavra, de ideias, experiências passadas ou estereótipos, isto poderá lhe evocar uma visão distorcida e estarás desavisado de como saber agir com a realidade. As vezes as situações da vida simplesmente não tem regras mas é preciso tentar despertar os seus maiores instintos.

Filtre quem lhe direciona opiniões, e essencialmente tente sentir a voz que vem de dentro. Diga apenas o necessário, para a pessoa que sintas que te entende. Guarde seus maiores segredos. Se preserve um pouco depois se entregue aos poucos ou se doe plenamente quando perceber que aquilo é um momento único.

O mundo gira, as chances fluem se você começa a perseverar, pode dá voltas impensáveis e muitas vezes não estamos cientes disso. Alcançar um sonho ou ser alguém que deseja, tanto em habilidades quando espiritualmente requer autoconhecimento, enxergar o que vem de dentro e ser sincero consigo muitas vezes pode doer demasiadamente, mas esse é o primeiro passo para uma mudança. Aprenda a medir suas emoções a controlar sua ansiedade. Não tem problema em parar tudo o que estás fazendo se estiver estagnado. Lembra do céu, da natureza, da beleza nas coisas simples, dos sentimentos bons. Pense diferente e as coisas começam a mudar. Encontre o que te preenche. Sem pressa, passo-a-passo podemos construir o que desejamos.

 A vida é cheia de perdas e de surpresas. Segundos podem mudar a sua vida. Ouse, quando estiver seguro do que realmente quer. Não tenha medo, mas saiba os limites e as consequências. Aprenda o que é bom senso. Aceite que com o tempo se jogar na vida vêm diversas experiências, algumas vezes mais erros e ciladas do que acertos, mas com o tempo, não tenha dúvidas, conseguiremos criar mapas mais precisos que nos direcionem para momentos mais felizes consigo e com quem amamos.

[1] Filmes que nos fazem refletir sobre a brevidade da vida e a necessidade de sonhar

3
Screenshot: My life without me (Minha vida sem mim)

A magia da sétima arte pode ser transformadora e reflexiva… Por isso, resolvi trazer algo diferente neste post, assim como aproveitar para indicar dois filmes que nos fazem refletir sobre a brevidade da vida e a necessidade de sonhar. O filme My life without me (Minha vida sem mim) e One week (Uma semana).

O que você faria se só te restasse um dia? Este trecho da música do Paulinho Moska tem conexão com a abordagem dos filmes citados e ilustra a essência do enredo. Ambos os personagens principais descobrem uma doença grave e letal que os fazem questionar sobre como aproveitar e lidar com aqueles últimos instantes de suas vidas.  Enquanto Ann (My life without me) cria uma lista de atitudes a tomar como: dizer “eu te amo” às suas filhas todos os dias e imaginar como será a vida das pessoas que ama sem a sua presença, o Tyler (One week) decide viajar sozinho e cruzar o país de motocicleta, fotografando e conhecendo novas pessoas.

1 -
One week(2008)

Diante este contexto, os filmes nos instiga a perceber a felicidade na simplicidade, a beleza em pequenas coisas, seja nos momentos em que estamos com os amigos ou em contato mais introspectivo com a natureza. Até mesmo de realizar uma loucura, um desejo, algo que você nunca imaginaria fazendo antes. Esquecer de qualquer dieta e pedir em uma lanchonete a comida mais doce, de aprender algo novo, de tentar ser o mais sincero possível com as pessoas, fazer o que “der na telha” ou acampar em meio a floresta.(Relatos de algumas passagens dos filmes)

tumblr_mnkouh57sL1rsyukao1_1280
My life without me (2003)

Enfim, o cinema é tão encantador e um importantíssimo meio de comunicação, que nos permite vislumbrar o refletir dessas questões essenciais do viver, assim como o despertar da busca de realizarmos os nossos sonhos, de entendermos a nossa missão o quanto antes. Aproveito o ensejo e acrescentaria como desfecho as seguintes indagações: Qual o significado da vida? A não ser compreender a busca constante de procurarmos sermos os mais fieis conosco e com nossos desejos, sem ferir o outro. Qual a nossa missão? A não ser sermos sinceros conosco para assim compreendermos o caminho da nossa felicidade. Qual o presente da vida? A não ser a oportunidade de viver plenamente. 

Milena Mourão

* O filme My life Without Me tem no Netflix e o One Week está disponível no Youtube.

separador (1)

Olhos do vento

woman-1031536_960_720
Banco de Imagens: Pixabay

 

Queria passear na luz dos olhos do vento.
Divagar sendo sonho, ser intangível.
Sem cerceio apenas seguindo o fluxo leve do destino.
Abra as janelas deixem os elementos saírem. Olhe para o lado de fora.
Veja o mundo em movimento.
Vim para o lado de lá que tão próximo ao inexistente vemos o desconhecido.